sábado, 31 de dezembro de 2016

Top 10: Filmes de 2016

Ano estranho com filme esquisito. Teve muito neon e polêmica (quase todo mundo odiou o suspense fashion do Nicolas Winding Refn - eu achei um filme super irônico de visual deslumbrante, além de amar felinos - e muita gente saiu do cinema pela quantidade de nu frontal e sexo explícito no brasileiro Boi Neon). Brasil esse que também trouxe Sônia Braga de volta com o importante Aquarius. Pro terror também foi um ano e tanto. Além da Bruxa, que, pra mim, foi a melhor coisa de 2016, ainda aparece na lista um filme coreano de zumbis, daqueles que você assistie abraçado nas próprias pernas, e o agoniante Sob a Sombra, que te deixa absolutamente pirado. Na animação, acho que perdi muita coisa, mas não deixei passar o fofíssimo Zootopia e a continuação de Procurando Nemo, que me fez chorar ainda mais que o original. Os diferentões da lista são O Lagosta e American Honey, o primeiro é meio distópico e fala de amor e o segundo é meio chapado e também fala de amor. Desculpa a pressa, tô doido pro ano acabar.

10
Demônio Neon
Nicolas Winding Refn




9
Zootopia
Byron Howard e Rich Moore



8
Sob a Sombra
Babak Anvari



7
Boi Neon
Gabriel Mascaro



6
Invasão Zumbi
Yeon Sang-ho



5
O Lagosta
Yorgos Lanthimos



4
Procurando Dory
Andrew Stanton



3
Aquarius
Kleber Mendonça Filho



2
American Honey
Andrea Arnold



1
A Bruxa
Robert Eggers

Um comentário:

Cynfer disse...

A Bruxa foi muito elogiado pelos pagãos modernos. Muito digno.