sábado, 14 de maio de 2011

All In


Hoje é meu aniversário e decidi não fazer nada. Ano passado armei festa, convidei os amigos, enchi balões e terminei o dia me sentindo vazio. Dessa vez quero ficar em casa... Acordar tarde, curtir minha família, beijar minha namorada, ouvir música boa e comer besteira. Quero ter tempo de fazer essas análises profundas que só as datas especiais nos permitem. Pegar um álbum antigo para ver as fotos da infância. Sentir um bocado de gratidão e outro bocado de remorso.


Sempre me incomodou pensar no que minha vida poderia ter sido se eu tivesse tomado algumas decisões diferentes. É triste ter que optar entre dois caminhos sem saber antes qual deles vai nos fazer mais feliz. Cada escolha é uma aposta baseada na nossa intuição, experiência e no erro dos outros. E como toda aposta, às vezes a gente perde e às vezes a gente perde menos.

2 comentários:

Gabriela Petrucci disse...

Esse sentimento de aniversário, como me incomoda!
Esse ano também não armei festa.

Feliz Aniversário, Gabriel!

Matheus Rufino disse...

O dia em que tiver festa no meu aniversário, aí sim será um aniversário extraordinário. E, ultimamente, quando perco menos fico tão feliz =D